Pesquisar este blog

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Ensaio da Cafeína

Afirmatio unios non est negatio alterios...
da Lógica Aristotélica (1)

Os recordes Olímpicos deveriam permanecer intactos, por um bom tempo, entretanto deveríamos quebrar alguns paradigmas nas causas da violência. A polícia da Guatemala, em operação conjunta com os Estados Unidos, anunciou, nesta quinta-feira (22/10/09), a apreensão de um submarino que transportava até 10 toneladas de cocaína da Colômbia – um recorde no país centro-americano. Os policiais suspeitam que a embarcação levava a droga para traficantes no México, especializados no contrabando de cocaína para os Estados Unidos. Essa quantidade de droga pode ser comercializada por US$ 200 milhões. Pois é, então o México que até poucos anos atrás, era um pais muito bom e tranquilo, sem grandes problemas com traficantes, passou a ser um país com altíssimos índices de violência, relacionadas ao tráfico de drogas. Os Estados Unidos precisam ajudar mais a America Latina e a América do Sul no combate ao tráfico, porque são os maiores consumidores de drogas e novas medidas deveriam ser adotadas. Estas medidas não se restringem apenas à repreenção e combate, mas na busca de novas alternativas de aplicação e na educação dos seus voraz consumidores.

Também sou um descendente da PUC, e viajando no tempo, numa data incerta de 77, fazíamos um ensaio da 'Síntese da Cafeína', com um equipamento Sohxelet, extraíamos a Cafeína da Erva Matte, e também fizemos uma extração da Cafeína do refrigerante Coca-Cola. Eram ensaios bem simples, 500ml de Coca Cola, 500ml de Clorofórmio, balão de vidro volumétrico e graduado, misturava-se, após agitação, esperava-se a separação do líquido, dividido em três fases distintas, coca-cola, clorofórmio em excesso, e uma pequena fração de Clorofórmio que reagiu com a Cafeína contida na Coca-Cola. Coleta-se esta pequena fração em uma placa de petri, levava-se ao banho-Maria, (que leva este nome em homenagem à Alquimista 'Maria', a louca Judia), esperava-se a secura, de forma branda, observava-se, então a formação dos finos e longos cristais transparentes de Cafeína, semelhantes a agulhas. A Cafeína é um estimulante do sistema nervoso, muito utilizado em medicamentos, na farmacopéia, e em todos os refrigerantes, também.

Mutatis Mutandis, pequisando no livro de "Química Orgânica" de R. Morrison & R. Boyd, 7ª Edição da Fundação Calouste Gulbenkian, de Lisboa, na página 295, temos um parágrafo importante :- Sucede que existem, isoladas de várias plantas, bases muito complicadas, denominadas 'alcalóides' (quer dizer, semelhantes à álcalis), entre os quais a cocaína, morfina, a estricnina e a quinina...). Então teremos a reação de dois ácidos racémicos HA(+) e o HA(-), Enantiómeros, em modificação Racémica, que reagem com um alcalóide base, resultando em dois Diástereómeros separáveis, onde se obtém dois Enantiómeros resolvidos e dois Álcalis na forma de Sais...
Aonde pretendo chegar com esta breve e polêmica dissertação sobre os Álcalis? - Se os grandes produtores de refrigerantes pretendessem dar uma aplicação, dentro da Economia Formal e Legal, embora esta seja linear (!), é perfeitamente possivel se obter uma síntese da cafeína a partir da cocaína. Esta, sairia da ilegalidade, entrando na economia normal, descriminalizando a cocaina, passando a ser uma das bases dos álcalis para a obtenção da cafeína entre outros álcalis.
O assunto pode ser aprofundado em pesquisas no Chemical Abstract, que é a referência mundial dos assuntos relacionados à Química e à Bioquímica, mas não foge muito disto que foi apresentado. Quando assinava a revista The Economist, havia uma publicidade de um órgão das Nações Unidas, sobre o uso de drogas que achei muito incisiva e bem marcante. Apresentava uma pessoa segurando um ôvo, e dizia o seguinte: "Este é o seu cérebro." E depois, mostrava o ôvo fritando, "Este é o seu cérebro quando você usa drogas"... Se não houvesse tantos potenciais consumidores, não haveria tanta oferta deste produto. Existe muito tráfico de drogas, porque existe muita gente consumindo drogas. A Química tem soluções para muitos problemas da sociedade, todavia, quem sabe química, respeita muito a química, o remédio que cura pode virar o veneno que mata... Sempre relembrando o adágio dos Laboratórios: Alchemia, la Saggia figlia di una folle madre (2), portanto muito cuidado nos manuseios.
N.T.
1. A afirmação de uma coisa, não é a negação de outra...
2. Alquimia é a filha sábia de uma mãe louca.

Um comentário:

Mirassul disse...

Caro amigo,
É possível comparar a quantidade de cafeína encontrada nos seguintes produtos:
Café
Refrigente guaraná
Chocolate
Chimarrão
Existe cafeína boa e má?
O tipo de cafeína encontrada nestes produtos é a mesma?